GMAT (Integrated Reasoning)

Utiliza inovações em tecnologia e testes para adicionar o contexto, cobrando assim, probabilidade e estatística em um ambiente semelhante ao"mundo real".
GMAT (Integrated Reasoning)

Como são as questões dessa seção?
As questões apresentam uma compilação pequena de dados apresentados em diversas formas, incluindo textos, planilhas de Excel classificáveis por colunas, gráficos e tabelas. Estas questões testam a capacidade de identificar informações-chave para responder a várias perguntas sobre o tema abordado. As perguntas variam por tipo, mas todas medem a capacidade do aluno de analisar, ao invés de apenas aplicar regras ou de memorizar conteúdo. Avaliam habilidades analíticas exigidas nas escolas de negócios.
Serão como mini-estudos de caso para trabalhos de 'consultoria de gestão' ou 'gestão de marca'. Geralmente, os candidatos vêem questões "analíticas" e assumem que as mesmas serão de "quant" ou de "números". Porém a análise é muito mais profunda e desafiadora do que apenas lidar com conceitos matemáticos.

Quantas questões há nessa seção?
São 12 questões em quatro formatos diferentes. Como substitui uma redação, tem 30min de duração.

Quais são os formatos das questões?
São: Graphics Interpretation, Two-Part Analysis, Table Analysis e Multisource Reasoning.

Qual a função dessa seção?
O objetivo é fazer do teste um reflexo da escola de negócios. Raciocínio Integrado destina-se a medida da análise de dados e da tomada equilibrada de decisão. Habilidades que são importantes para o sucesso nos negócios. De certa forma, essa seção parece ser uma extensão das perguntas de "Data Sufficiency". Este tipo de pergunta na seção "Quantitative" é atualmente a característica mais marcante do GMAT.
A seção de Raciocínio Integrado do GMAT inclui uma seção mais adequada à atividade de pensar que as outras seções.
O novo GMAT promete fornecer muito mais informações sobre a capacidade do candidato ter sucesso num curso de MBA.

O que o Integrated Reasoning Section avalia?
Avalia o que se desejava quando a seção de Critical Reasoning foi criada. Porém, não havia tecnologia para fazê-lo adequadamente. Além disso, a probabilidade simples e a estatística básica são difíceis de serem testadas fora de um contexto. A seção de Raciocínio Integrado utiliza inovações em tecnologia e testes para adicionar o contexto, cobrando assim, probabilidade e estatística em um ambiente mais parecido com o "mundo real". Estatística básica, análise de dados e probabilidade são, há muito tempo, enfatizados nos currículos do primeiro semestre dos programas de MBA. Essa seção é projetada para testar habilidades analíticas em contexto empresarial, portanto, o seu dia-a-dia o ajudará a se preparar, pois você se deparará com perguntas como "quais dados são mais relevantes para uma decisão" e "como esta informação poderia ser apresentada graficamente para destacar tendências importantes". A verdadeira capacidade analítica se traduz em resolver problemas através de uma variedade de informações (apresentada em qualquer tipo de formato), reconhecer o que está acontecendo e selecionar as idéias mais importantes. Essa seção testa sua habilidade de analisar um problema e chegar a uma conclusão correta, habilidade que muitos recrutadores, das melhores escolas de MBA, procuraram. E é por isso que faz sentido para o GMAT medi-la.

Como me preparar para o Integrated Reasoning Section?
Parte da preparação é "diária". Quando você executar tarefas profissionais e pessoais que envolvam números e decisões, indiretamente já estará se preparando. No entanto, é importante familiarizar-se com o formato das questões para não ter surpresa no dia do teste.